Viracopos inova com grupos geradores a gás e reduz 30% de custos

Da Redação – 15.07.2016 –

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), é o primeiro terminal aéreo no país a utilizar geradores bi-combustível: movidos, simultaneamente, com 70% de gás natural e 30% de diesel. Foram cinco equipamentos desse tipo adotados diariamente nos horários de pico (das 17h30 às 20h30), o que proporcionou economia de 30% em relação aos geradores diesel usados anteriormente na operação.

Com a iniciativa, o volume de gás para abastecer a usina com capacidade de gerar 10 MW de energia pode chegar a 65 mil m³, o equivalente ao consumo de 12 mil residências com fogões elétricos. “A concepção ampliou a autonomia de geração da usina de Viracopos das atuais 8 horas de operação para 24, sendo ativado de acordo com a necessidade do aeroporto. A instalação foi realizada em um período de dez dias, com o gás natural já disponível”, diz Maurício Garcia, diretor da unidade de Energia da Sotreq (distribuidora da Caterpillar no Brasil e fornecedora da tecnologia para Viracopos).

A transição para gás natural não gera impacto para os motores dos grupos geradores que constituem a mini-usina de energia de Viracopos, pois, segundo a Sotreq, ela é realizada dentro de limites seguros de operação. Além disso, o gás é modulado de acordo com a variação de carga e necessidade de potência. “A manutenção é desenvolvida pela Sotreq por meio de um contrato operacional customizado”, diz Garcia.

Segundo ele, durante a instalação, sensores são empregados em todo o motor, garantindo a segurança na operação. “A prioridade é a preservação do motor. Ele deve ter a capacidade de interromper imediatamente o gás. Para tanto, ocorrem medições de temperatura do ar de admissão, do escapamento, de carga do motor e da parcela de diesel”, diz Emerson Cabral, gerente da Sotreq. “Há, ainda, sensores de detonação em cada cilindro e sistema de controle de detecção de detonação”, completa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *