Vizinhos da América Latina ajudam nos resultados da Volvo

Da Redação – 09.03.2018 –

Divisão de equipamentos para construção praticamente mantém mesmos resultados em 2017, mas tem surpresas positivas no México

A Volvo Construction Equipment fechou os resultados combinados da marca principal e também os da bandeira SDLG, que envolvem as máquinas com equipamentos low tech fabricados na China. No Brasil, as duas linhas representaram uma participação de mercado de 17% contra 16% registrados em 2016. Na América Latina, a empresa cravou um market share de 7,3% repetindo os resultados do ano anterior. Para a fabricante, os resultados foram positivos, considerando-se o cenário pesado de construção civil no país no ano passado.

Chueire: deixa a Volvo em abril

“Reformulamos nossa organização, com mais recursos destinados para a América Latina. Lançamos dezenas de novos modelos e produtos e nos adaptamos à situação de mercado para crescer em segmentos estratégicos do nosso negócio”, explicou o Afrânio Chueire, presidente da Volvo CE Latin America. Segundo ele, houve um crescimento em todas as linhas de produtos na região hispânica, incluindo carregadeiras, escavadeiras, caminhões articulados e demais máquinas de grande porte. “No México, por exemplo, nas linhas de produto que compreendem pás-carregadeiras, escavadeiras e caminhões articulados, nossas vendas aumentaram 30%”, diz o executivo.

A região também passou por nova configuração comercial em 2017 e agora tem três novos distritos comerciais, o que deve favorecer a expansão das duas. “Vamos prosseguir com nossa estratégia, aumentando o portfólio de produtos para ganhar mais mercado”, anuncia Chueire, ao afirmar que serão lançados novos modelos e novos equipamentos ao longo de 2018. O executivo também anunciou sua saída da Volvo, prevista para abril desse ano, depois de 18 anos no grupo.

About the Author

Related Posts

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 446 vez(es).