Aditivos garantem impermeabilidade a lajes no subsolo

Da Redação – 01.11.2018 –

O uso de aditivos para impermeabilizar lajes de subpressão (que ficam abaixo do nível dos lençóis freáticos) rendeu prêmio ao engenheiro Felipe Santini Teixeira Fracon. Ele foi condecorado pelo 15º Simpósio Brasileiro de Impermeabilização, realizado pelo Instituto Brasileiros de Impermeabilização (IBI brasil), ao apresentar o caso de sucesso “Metodologia executiva de uma laje de subpressão no Setor Noroeste, Brasília – DF”.

Fracon desenvolveu uma metodologia executiva, baseada em aditivos cristalizantes em toda a mistura do concreto, para assegurar a estanqueidade da laje. Ele usou aditivo redutor de permeabilidade hidrostática, aditivo superplastificante e o modificante de viscosidade.

O primeiro é um produto cristalizante e que tem poder impermeabilizante. Sua adição foi realizada na usina, diretamente no caminhão betoneira. “Utilizou-se 0,8% em relação à massa de cimento”, informa Fracon. A adição ocorreu na concretagem da laje e também nos blocos da fundação, garantindo a proteção das armaduras contra a corrosão.

Já o aditivo superplastificante é um redutor de água de alta eficiência que, sem alterar a consistência do concreto no estado fresco, permite alta redução no conteúdo de água da mistura, ou ainda, não altera a quantidade de água, mas o torna mais fluido. Ele também foi utilizado na concretagem da laje, de modo a aumentar a plasticidade do concreto.

O terceiro aditivo foi o modificante de viscosidade, que altera as características reológicas e viscoelásticas da massa, reduzindo a segregação do concreto e proporcionando maior homogeneidade e bombeamento. “Foi essencial na instalação da armadura na execução da fundação”, informa o engenheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *