Adicionar Inteligência Artificial à IoT ganha espaço na MediaTek

Redação – 09.01.2020 –

A Internet das Coisas (IoT) ganha cada vez mais siglas e o AIoT, acredite, pode ser mais uma delas. As quatro letras resumem a aplicação de recursos de inteligência artificial (AI, do inglês) à IoT. Na prática é preciso agregar inteligência ao cérebro – chipsets – dos dispositivos de Internet das Coisas, daí o foco da MediaTek, que é, obviamente, uma fabricante de chipsets. A empresa tem um programa para acelerar o processo, o Rich IoT, e apresentou novidades nessa semana em Las Vegas, onde acontece uma das maiores feiras da área eletrônica do mundo.

Além de investir no seu negócio chave, a companhia também reforça o ecossistema de parceiros, uma característica fundamental do universo de IoT. “A MediaTek e seus parceiros lançarão plataformas de desenvolvimento diferenciadas, altamente integradas e ricas em recursos para o mercado de dispositivos IoT”, resume o comunicado oficial. A ideia é incorporar recursos inovadores aos seus chipsets

“Nosso programa Rich IoT permite que os nossos parceiros atendam à crescente demanda do mercado por dispositivos domésticos inteligentes com recursos de assistente de voz, com base em inteligência artificial, multimídia e visão”, disse Jerry Yu, vice-presidente sênior corporativo da MediaTek e gerente geral da unidade de negócios de dispositivos inteligentes.

A lista de parceiros do projeto inclui companhias como a DSP Concepts, provedora de tecnologia de interface de voz que permite a interação entre os consumidores e os dispositivos conectados, e a Elliptic Labs, cuja plataforma com recursos de ultrassom não requer sensor de hardware adicional e utiliza o microfone e o falante do dispositivo para fornecer recursos inteligentes e inovadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *