Aeroporto de Goiânia adota uso racional de água e economiza 1,7 milhão de litros em 2019

Redação – 24.01.2020 –

Valor corresponde a uma economia de R$ 300 mil em 2019, segundo Infraero. Instalação adota reuso desde maio de 2016.

O uso racional de água no Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, mostrou números positivos no ano passado. A instalação economizou mais de 1,68 milhão de litros de água, o que corresponde a R$ 300 mil. O volume de água não usado seria suficiente para abastecer 1.152 famílias de quatro pessoas durante um mês. As informações são da Infraero, que administra o aeroporto.

A água reutilizada pelo terminal goiano vem de três tipos de fonte: pias e ralos (exceto pias e ralos das cozinhas); da chuva coletada no telhado do terminal de passageiros; e das torres de resfriamento de ar-condicionado. Após o tratamento, a água coletada nessas fontes é utilizada para descarga nos vasos sanitários e mictórios de todo terminal de passageiros.

A utilização da estação de tratamento e reuso (ETR) é o coração do processo descrito acima e foi instalada em maio de 2016. Desde então, a ETR já reciclou quase 2,5 milhões de litros de água, o que corresponderia a uma economia de aproximadamente R$ 470 mil. Com a adoção da água de reuso, o aeroporto preserva o consumo de água potável, prioritariamente destinado a consumo humano. Ao mesmo tempo, o reuso reduz o volume de esgoto descartado na rede.

Outra medida adotada no Santa Genoveva que contribuiu para o uso consciente dos recursos hídricos, faz parte do Plano de Gestão da Água, com a preservação e manutenção de uma nascente, localizada dentro do sítio aeroportuário. A água da fonte é utilizada para o abastecimento do antigo terminal, seção de contra incêndio e demais estruturas adjacentes e é monitorada frequentemente, sendo outorgando o uso de 8 mil litros por mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *