America Net entra em telefonia móvel

Da Redação – 22.01.2018 –

Operadora, cuja rede fixa é formada por infraestrutura de fibra óptica e rádio, vai adotar o modelo virtual, focada no mercado corporativo e até no nicho de consumidores finais

Os números da America Net, operadora que tem pouco mais de duas décadas de atuação no Brasil, foram positivos em 2017, um ano para ser esquecido no país: crescimento de 42%. Na avaliação da empresa, o incremento aconteceu em função da ampliação do portfólio de serviços, investimento em contratações, abertura de novas lojas e a estruturação para a entrada em novos mercados. Um deles será a telefonia móvel.

Operadora vai adotar modelo de MVNO, com rede virtual. Foco é o mercado corporativo

“Ampliamos nossa rede de fibra óptica de 9 mil para 12 mil quilômetros, iniciamos as vendas dos produtos em duas novas cidades de SP (Arujá e Itaquaquecetuba) e conquistamos grandes contas do varejo”, informa José Luiz Pelosini, vice-presidente da empresa. De acordo com o executivo, a America Net ainda ampliou a força de vendas, o que resulta em dados como a presença em 170 shoppings centers, com o acesso de sua rede de fibra óptica.

As melhorias de infraestrutura incluem o aporte de R$ 40 milhões na rede de fibra óptica, hoje com 12 mil km. Entre os projetos da empresa está o “Cidade Linda”, da Prefeitura da cidade de São Paulo, em que já foram enterrados 70 km de fiação entre os municípios de Osasco e Barueri, com previsão de enterrar 87 km no total até 2018 e investimento estimado em R$ 11,5 milhões.

A novidade para 2018 é a entrada no mercado móvel. Até o ano passado a operadora usava sua rede combinada de fibra óptica e radiofrequência para a oferta de soluções de voz e dados para o mercado corporativo. Outro nicho eram as outras operadoras e provedores de serviços, atendidos via a oferta de última milha de acesso. Agora, a America Net passa a ser uma MVNO, ou seja, operadora com rede virtual. Nesse formato, ela usa a infraestrutura física de terceiros e foca no serviço em si.

A meta é oferecer planos pós-pago para o mercado corporativo e consumidor final, outra novidade da companhia. Os serviços devem estar disponíveis ainda no primeiro trimestre desse ano, segundo a operadora. Esse passo complementa a iniciativa de 2017, ao entrar mais forte no segmento de varejistas e lojas de pequeno porte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *