Argentinos usam drones para inspecionar refinarias de óleo e gás

Redação – 15.08.2019 –

Um grupo de empresas argentinas de óleo e gás está adotando os drones para a inspeção de refinarias. A lista inclui YPF, a Shell, a Petrocuyo, a Edelap e a 360 Energy. As inspeções de infraestrutura em refinarias são importantes para identificar possíveis falhas ou fragilidades em toda a fábrica. O processo é feito com levantamentos fotográficos semanais e diferenciados em relação a sistemas tradicionais de captura.

Um dos especialistas é Felipe Vadillo, engenheiro de aeronaves profissional, que vem realizando inspeções para refinarias de petróleo e gás utilizando drones térmicos nos últimos quatro anos. Ele foi um dos primeiros a usar drones multirrotores na Argentina e conduziu o primeiro teste de campo para avaliar a funcionalidade do sistema de flare (tocha) em uma refinaria.

O uso dos equipamentos acontece para avaliar a operação de flares nas refinarias e os sistemas de vapor, identificar pontos fracos em estruturas e falhas em flanges, revelar informações desconhecidas e realizar a permitir a realização de manutenção adequada. No caso da termografia aérea, os drones adotam câmeras térmicas para detectar assinaturas térmicas. Com elas, os pilotos podem identificar fontes de calor e pontos de interesse sem envolver contato físico. A energia irradiada identificada pode então ser convertida em valores de temperatura, fornecendo informações valiosas.

Para Vadillo, o uso da termografia com drones, muitas vezes chamada de termografia passiva, é uma excelente maneira de capturar e exibir a energia produzida por objetos. Este método não apenas economiza tempo, mas também garante que equipes de inspeção se mantenham fora de situações de perigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *