Balanço mostra 15 redes de 5G comerciais em operação no mundo

Redação – 27.06.2019 –

Até o final do ano outras 47 serão ativadas comercialmente. A base para as redes 5G é a estrutura de LTE, um avanço das redes 4G

Apesar de o 5G parecer futurista, o mundo já tem 15 redes com a tecnologia operacionais e funcionando comercialmente. Os dados são da 5G Americas, que também anuncia a previsão de entrada de outras 47 redes, somando 62 operações reais com a tecnologia ainda em 2019. A infraestrutura de LTE, sigla para evolução de longo tempo, ou seja, avanço para as redes 4G atuais, será a base sólida para a ativação do 5G, de acordo com a 5G Americas.

Dados da consultoria Ovum, mais da metade das conexões móveis sem fio do mundo inteiro dependem da tecnologia LTE, que representou 51% do mercado no final do primeiro trimestre de 2019, oferecendo serviços de banda larga móvel 4G para uma grande parcela da população mundial, com 4,4 bilhões de conexões.

“A LTE mantém seu ritmo de crescimento no mundo inteiro enquanto a 5G está começando em várias regiões do mundo”, disse Chris Pearson, Presidente da 5G Americas. “O setor de mobilidade sem fio desenvolveu inovações técnicas para a LTE e 5G com o objetivo de beneficiar clientes do mundo inteiro”.

De acordo com a TeleGeography, a LTE está presente em 646 redes no mundo inteiro. Além do crescimento contínuo da LTE em termos de redes e conexões, a evolução desta tecnologia também continua com 299 redes LTE-Advanced no mundo inteiro no 1T 2019. Além disso, 60 redes podem ser consideradas LTE-Advanced Pro; 58 implementaram tecnologias do 3GPP Release 13, como a Internet das Coisas de Banda Estreita (Narrowband Internet of Things – NB-IoT) e/ou Comunicações Tipo Máquina (Machine-Type Communications – LTE-M), para suportar a Internet das Coisas.

“Com os padrões 3GPP, a Internet das Coisas Celular está blindada para o futuro, com vários casos de uso viabilizados pela Narrowband-Iot e LTE-M, à medida que entramos plenamente na era maciça da Internet das Coisas”, disse Vicki Livingston, Vice-Presidente de Comunicações da 5G Americas. “Essas tecnologias IoT LTE 4G devem servir como plataforma para o sucesso futuro dos serviços IoT 5G, com suas necessidade de Comunicações e Baixa Latência Ultraconfiáveis (Ultra-Reliable Low-Latency Communications) para fábricas inteligentes, carros conectados, segurança pública e outras comunicações críticas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *