Banco do Agricultor vai financiar projetos de energia solar no Paraná

Redação – 12.05.2021 –

Estado está entre os cinco que mais geram emprego no setor e com maior capacidade de geração

A energia solar fotovoltaica no Paraná tem um papel importante, uma vez que gerou mais de 8,5 mil postos de trabalho desde 2012. O estado também ocupa a quinta posição em capacidade de geração distribuída e potência instalada. Agora, o setor ganha mais um impulso com o anúncio de um programa de crédito exclusivo com juros subsidiados. A iniciativa foi lançada no final de abril com a criação do Banco do Agricultor Paranaense. De acordo com o governo estadual, os projetos de energia fotovoltaica poderão ser financiados com limite de até R$ 500 mil.

A linha faz parte dos programas de apoio à irrigação e de fomento com uso de fontes de energia renováveis. Se negociadas com o Banco do Agricultor Paranaense, os projetos terão equalização integral das taxas de juros em contratações efetivadas até 31 de dezembro de 2022. O programa prevê ainda a subvenção para operações em obras civis, aquisição de materiais e equipamentos e na elaboração de projetos de geração de energia de fontes fotovoltaicas e outras sustentáveis.

Dados da Absolar, entidade que reúne o ecossistema do setor, indicam que a geração distribuída solar fotovoltaica espera abrir mais de 118 mil novos postos de trabalho em 2021. No ano passado, a geração superou os 76 mil empregos em todo o país. Em termos de investimentos, a geração solar acumula mais de R$ 26 bilhões de investimentos privados desde 2012, dos quais R$ 1,5 bilhão aconteceram no Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *