BNDES investe até R$ 60 milhões em startups

Redação – 08.04.2019 –

Aportes começam com R$ 40 milhões, em trabalho conjunto com gestora. Foco são empresas inovadoras

O BNDES abriu uma nova frente, agora com um fundo de investimento para startups que tenham faturamento inferior a R$ 1 milhão. O FIP Anjo terá aporte iniciais de R$ 40 milhões do banco e outros R$ 20 milhões devem ser captados pela Domo Invest , selecionada para gerir o fundo, em razão de sua experiência com startups. Dependendo da capacidade da gestora, os recursos totais do fundo poderão a chegar a R$ 120 milhões. O foco do investimento são companhias que atuem nos setores de agronegócios, biotecnologia, cidades inteligentes, economia criativa, saúde, cidades inteligentes e tecnologia da informação e comunicação (TIC).

De acordo com o BNDES, a iniciativa tem como objetivos “fomentar o investimento-anjo no país, apoiar startups inovadoras com tecnologias disruptivas, reduzir a escassez de recursos para essas empresas nascentes com alto potencial de crescimento, atrair investidores ao mercado de capitais voltado a essas empresas e estimular o ecossistema de inovação nacional”.

A Domo será responsável pelo mapeamento e seleção das empresas, articulação com aceleradoras e investidores-anjo e pela captação de outros investidores. O FIP Anjo contará inicialmente com patrimônio de R$ 60 milhões, sendo R$ 40 milhões do BNDES e o restante aplicado pela gestora e outros investidores. Caso os recursos captados pela Domo atinjam R$ 30 milhões, o BNDES aplicará R$ 50 milhões. Se a gestora conseguir R$ 40 milhões ou mais, o aporte total do Banco poderá chegar a R$ 60 milhões.

Previsto para durar 10 anos, o fundo terá período de investimento de cinco anos, que poderá ser prorrogado por dois anos. Startups com interesse em apresentar seus projetos podem se cadastrar no site da gestora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *