Brasil chega a 10,8 GW de energia gerada a partir da cana-de-açucar

Da Redação – 03.10.2016 –

Estudo apresentado pela Cogen e Unica durante a Fenasan 2016 apontam que o país possui potencial para adicionar cerca de 20 GW de cogeração ao número atual.

Com uma capacidade instalada de 10,8 GW, a energia gerada a partir da biomassa da cana-de-açúcar poderia abastecer mais da metade dos consumidores do Estado de São Paulo. A avaliação foi apresentada pela Associação da Indústria de Cogeração de Energia (Cogen) que, em parceria com a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), estimou que o Brasil possui potencial para adicionar cerca de 20 GW de cogeração à capacidade atual.

Ao lado da Thymos Energia, as entidades têm trabalhado em duas frentes para destravar a indústria. A primeira delas envolveu o desenvolvimento de um estudo que tem como objetivo possibilitar a comercialização da geração de biomassa. Já a outra frente, coloca a Congen e a Única em diálogo com o Ministério de Minas e Energia para viabilizar a realização de um leilão de biomassa e biogás no inicio de 2017.

“A indústria de cogeração de energia será essencial para complementar a geração hidrelétrica. Estamos trabalhando para utilizar todo o potencial já disponível, sendo que nenhum hectare a mais de cana necessitaria ser plantado”, disse Newton Duarte, presidente da Cogen. Segundo ele, a expansão da indústria traria uma série de benefícios, como a preservação dos recursos hidrelétricos no Sudeste e Centro-Oeste e redução dos custos de transmissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *