Brasil ganha entidade para o setor ótico

Da Redação – 17/05/2017 –

Com a criação da SBFoton, durante um evento internacional no CPqD, em Campinas(SP), o país terá uma entidade para o fomento de tecnologias ótica e fotônica.

A partir da próxima quarta-feira, dia 24 de maio, o Brasil passará a contar com uma entidade dedicada ao desenvolvimento científico nas áreas de ótica e fotônica, bem como no fomento de um ecossistema que estimule o avanço dessas tecnologias em telecomunicações e outras aplicações. Fruto de uma articulação entre indústrias do setor, universidades e centros de pesquisa, a Sociedade Brasileira de Ótica e Fotônica (SBFoton) terá sua assembleia de criação na próxima semana, na sede do CPqD, em Campinas (SP).

A criação da SBFoton foi programada para acontecer durante o evento internacional que ocorrerá no local, o “Trends in Optical Technologies”, que foi organizado pelo CPqD e pela BrPhotonics. Ele contará com palestras de pesquisadores e especialistas de renome na área de comunicações ópticas, do Brasil e de países como Estados Unidos, Itália e Finlândia, reunindo representantes da indústria, do governo, de operadoras de telecomunicações, universidades e centros de pesquisa.

Nesse cenário, a assembleia de criação da nova entidade aproveitará para anunciar a composição da sua diretoria, conselho deliberativo e conselho fiscal. Entre os fundadores da SBFoton figuram indústrias do setor, como a BrPhotonics, Padtec, Skylane Optics, Prysmian e outras, bem como universidades do porte da Unicamp, USP, UNESP, UFSCAR e Mackenzie, e instituições como o CPqD, o IPEN – Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares e o CTI Renato Archer.

Segundo Daniel Pataca, pesquisador do CPqD e um dos responsáveis pela criação da nova entidade, o plano de ação da SBFoton prevê a realização de seminários e workshops para fomentar o setor, incluindo um congresso anual, cujo primeiro está programado para maio de 2018. “Também pretendemos lançar uma newsletter e uma revista científica, além de organizar webinars e promover acordos de cooperação com outras entidades relacionadas ao setor”, diz ele.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *