Brasil, um país para energia solar

PD 10 em Operação

Dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) estimam a participação de 10% desse tipo de geração na matriz brasileira em 2030, totalizando 25 GW. Considerando a geração centralizada e distribuída, a indústria do setor deve movimentar R$ 125 bilhões nos próximos 13 anos. A fonte solar fotovoltaica é a segunda que mais gera empregos (cerca de 90 diretos por MW instalado), sendo que 3,1 indiretos são acionados a cada posto direto contratado.

Por outro lado, o preço médio contratado para os leilões de energia solar tem mostrado uma tendência de queda, passando dos US$ 103/MHh (2013) para os US$ 78/MWh (2015). Quatro estados concentram os maiores projetos de geração solar centralizada: Bahia (líder disparada), Minas Gerais, Piauí e São Paulo, mas há iniciativas em outros locais também.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *