BRK e Aegea puxam a inovação em infraestrutura de saneamento

Redação – 05.07.2019 –

As empresas ganharam, respectivamente, o primeiro e o segundo lugares do jornal Valor

A BRK Ambiental e a Aegea foram eleitas como as mais inovadoras na área de infraestrutura de saneamento básico pelo jornal Valor. Na primeira colocação, a BRK destacou algumas soluções, entre as quais o projeto Nereda: uma tecnologia  pioneira no país para o tratamento de esgoto, que dispensa a adição de produtos químicos e que, em relação ao tamanho da planta, ocupa menos da metade da área tradicionalmente necessária para as infraestruturas de  tratamento de esgoto. O sistema foi desenvolvido pela Universidade de Tecnologia de Delft, na Holanda.

A empresa ainda conta com um programa estruturado para diminuir os índices de  perdas de água em suas operações, um grande problema em praticamente todas as cidades do Brasil . Hoje, cerca de 38% de toda a água captada no país se perde em vazamentos, ligações clandestinas e falhas de leitura de hidrômetro. Para isso, foram estruturadas formas de diagnosticar as principais causas das perdas de água, o que permite direcionar um plano de ação rapidamente, elevando a eficiência operacional.

Foi desenvolvida também uma solução para a secagem e reutilização de lodo gerado no processo de tratamento de esgoto. Com o projeto, em vez de descartar o lodo em aterros sanitários licenciados para este fim, o resíduo gerado poderá ser destinado para compostagem e se tornar matéria-prima para a produção de adubo orgânico.

Aegea criou gerência para centralizar eficiência e tecnologia 

Segunda colocada, a Aegea destacou a criação, em 2015, da gerência de Eficiência e Tecnologia, responsável por todas as iniciativas de inovação que guiam a estratégia de negócios da companhia. “Na Aegea, investir em inovação significar prestar um serviço de mais qualidade para os usuários, ter mais agilidade para atingir metas de abastecimento e saneamento e trazer mais segurança para os colaboradores”, ressalta Hamilton Amadeo, CEO da empresa.

A avaliação de inovação das empresas, realizada pelo Valor, contou com o suporte da Strategy&, consultoria estratégica da PwC, e analisou as empresas em cinco dimensões: intenção estratégica em inovar; o esforço e os recursos alocados; os resultados atingidos; as citações entre as próprias participantes e as patentes publicadas no respectivo ano. Além disso, é analisado como a empresa conecta diferentes negócios aos projetos e promove ações em rede.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *