BRK usa drone para direcionar rede de esgoto

Redação – 08.12.2020 –

Concessionária adota tecnologia para mapear ativação de infraestrutura em Mauá, na Grande São Paulo

A BRK Ambiental está colocando Mauá no mapa de saneamento urbano de várias formas. Responsável pelos serviços de coleta e tratamento de esgoto da cidade paulista, a empresa já atingiu índices de 93% (coleta) e 85% (tratamento) e adota novas tecnologias para direcionar a ativação da rede coletora, usando drones. A tecnologia também serve para informar os moradores sobre as obras na cidade que, hoje (8/12) completa 66 anos.

Segundo a concessionária, os drones são utilizados em algumas regiões da cidade para a realização de “um mapeamento rápido e assertivo, interligando redes de esgoto com mais agilidade em áreas cobertas por vegetação nativa e solo arenoso, preservando os recursos, a estabilidade geológica e a biodiversidade do terreno, além de proporcionar maior segurança às equipes”.

Outra tecnologia vem sendo usada para informar a população das obras na cidade: a BRK usa a ferramenta de códigos QR Code, um código de barras 2D, em duas cores, que pode ser lido e interpretado pelos smartphones. Ao fazer a leitura pelo celular, o morador é conectado ao site da empresa e consegue acessar informações sobre os avanços dos serviços de saneamento.

Com relação às obras, este ano, mais de 46 quilômetros de tubulações foram limpas preventivamente na cidade, maior volume no período desde o início da concessão, e a concessionária implantou mais de 1,3 quilômetros de redes coletoras de esgoto, com interligações que beneficiaram mais de 4.500 famílias.

Os índices positivos de Mauá, que tem mais de 500 mil habitantes e acolhe a nascente do Rio Tamanduateí, terceiro maior afluente do Rio Tietê, foram atingidos em função dos investimentos com a concessão, de acordo com a BRK. A empresa informa que teriam sido investidos mais de R$ 245 milhões no sistema público de esgotamento sanitário da cidade, onde já são tratados diariamente mais de 55 milhões de litros de esgoto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *