Campinas amplia rede de esgoto

Da Redação – 28.10.2015 – 

Obras da Sanasa incluem aproximadamente 10,6 mil ligações e devem beneficiar mais de 50 mil habitantes em 20 bairros. Cidade poderá ser a primeira, com mais de 1 milhão de habitantes, a tratar 100% do seu esgoto. 

A Sanasa, concessionária de serviços de saneamento urbano de Campinas, começou uma nova etapa de expansão da rede de esgotos da cidade paulista: a ativação de uma rede de esgotamento sanitário com cerca de 10.682 ligações, o qual deve beneficiar aproximadamente 50 mil pessoas em 20 bairros da região do Aeroporto Internacional de Viracopos.

A execução da obra envolve investimentos de R$ 43,1 milhões, dos quais R$ 25,3 milhões são oriundos de recursos federais e o restante do aporte da própria concessionária. De acordo com a Sanasa, o projeto compreende 106 km de redes, que já estão instaladas nos bairros que serão atendidos pela estação de tratamento de esgoto (ETE) Nova América, além de cinco estações elevatórias de esgoto e a própria ETE Nova América.

Com o início das operações dessa estação de tratamento, mais as ETEs San Martin, entregue na última sexta-feira, 23 de outubro, e a Boa Vista, que até o final deste ano começará a ser construída, Campinas será a primeira cidade do Brasil com mais de 1 milhão de habitantes a ter a capacidade instalada para tratar a totalidade do seu esgoto.

As ligações fazem parte do sistema de esgotamento sanitário que compreende a ETE Nova América, que terá uma vazão de 70 litros por segundo e funcionará por meio de um sistema compacto, considerado mais barato e que utiliza pouca área. O esgoto proveniente desta ETE será despejado na Bacia do Rio Capivari Mirim com 90% de pureza. A obra foi executada em duas fases, pelas empresas Saenge Engenharia de Saneamento e Edificações e pela COM Engenharia.

One thought on “Campinas amplia rede de esgoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *