Carro japonês pode rodar sozinho, com condução sem mãos

Redação – 17.05.2019 –

Recurso faz parte da plataforma Nissan Skyline, mas tem limitações e deve ser pré-programado 

Sedã Nissan Skyline será o primeiro veículo em escala mundial a utilizar próxima geração de dispositivo de assistência ao motorista

A nova tecnologia de assistência ao motorista da japonesa Nissan passa a incluir o recurso de dirigir sem as mãos, ou seja, o motorista pode conduzir o veículo sem precisar operar manualmente o volante. O sistema está sendo usado pela primeira vez em escala mundial, mas tem uma série de limitações. A primeira delas é que o sistema de navegação que  possibilitando a condução sem as mãos só opera em uma única faixa de rodagem.

Quando o veículo se aproxima de uma bifurcação, ou quando for possível ultrapassar um veículo mais lento, o sistema avalia o tempo necessário para desviar ou ultrapassar, com base em informações do sistema de navegação e de sensores com visão 360 graus. O motorista recebe orientação intuitiva visual e sonora, sendo alertado a colocar as duas mãos na direção e confirmar o início destas operações por meio de um botão.

Para funcionar o sistema exige que o veículo utilize uma série de câmeras, radares, sonares, GPS e dados de mapas 3D de alta definição (HD map) para fornecer informações em tempo real em 360 graus do entorno e da localização precisa do veículo na pista. O sistema baseia-se nestas informações para oferecer uma experiência de condução suave, semelhante àquela proporcionada por um motorista experiente. Um sistema de monitoramento na cabine confirma continuamente se o motorista está atento à pista.

Para ativar as funções mais recentes do novo sistema, o motorista deve programar antecipadamente o destino no sistema de navegação, criando uma rota pré-definida. Assim que o veículo entrar na via expressa, o novo sistema de condução por navegação fica disponível. Ao ativá-lo utilizando uma rota pré-definida, o sistema apoia o motorista ao conduzir em uma via expressa de várias pistas até chegar à saída, segundo a rota, ajudando a ultrapassar, desviar e sair da faixa de rodagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *