China já é o maior parceiro econômico da América do Sul

Redação – 22.11.2019 –

Informação é da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal)

O segundo , realizado na semana passada em Santiago do Chile, confirmou que o país asiático já é o maior parceiro comercial da América do Sul. No continente como um todo e considerando a América Latina, a China fica atrás somente dos Estados Unidos, respondendo por 11% das exportações regionais e 18% das suas importações em 2017.

O evento, promovido pela Cepal, reuniu representantes de organismos internacionais e regionais, bancos de investimentos, dos setores público e privado, especialistas, acadêmicos e diplomatas. O encontro teve o suporte ainda do CAF – banco de desenvolvimento da América Latina – e do Ministério das Finanças da República Popular da China. A ideia do encontro é o de “ser um espaço de discussão sobre melhores práticas e novas áreas de cooperação entre ambas as partes, bem como contribuir oportunamente para os processos de formulação de políticas de muitos países e instituições de desenvolvimento regional”, de acordo com a Cepal.

Um dos destaques do evento é a estratégia de cooperação mútua, com iniciativas como Cinturão e Rota (ou a Nova Rota da Seda), em que os países da América Latina podem aproveitar as oportunidades de desenvolver suas vantagens competitivas ao investir na indústria da energia, obras civis, agricultura, manufatura, tecnologia e informática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *