Cidade do MS recebe R$ 95 milhões em obras estruturantes

Redação – 23.10.2020 –

Ponte sobre o Rio Santo Antônio ganhou urbanização no entorno e 1,6 km de asfalto na MS-382, sentido Cabeceira do Apa

Segundo o atual governo do Mato Grosso do Sul, o estado do Centro-Oeste teria mais de 200 obras não concluídas pelo governo anterior, algumas com falhas no projeto técnico. O maior exemplo seria a ponte de concreto sobre o Rio Santo Antônio, em Guia Lopes da Laguna. A estrutura desabou em janeiro de 2016 – em efeito dominó – e foi reconstruída pela atual gestão, tirando região de produção e assentamentos do isolamento.

“Quando a ponte caiu foi um desespero, mas o governador (Reinaldo Azambuja) assumiu o compromisso e refez a travessia, aumentando sua extensão (80 metros) e implantando pista para dois veículos e passarela. Uma obra que a população não vai esquecer”, afirma o prefeito Jair Scapini. A nova ponte foi entregue em julho de 2018, após perícia técnica envolvendo o Ministério Público, incluindo 1,6 km de asfalto na MS-382 a partir da sua cabeceira.

Os investimentos da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) somam R$ 95 milhões na região, sendo R$ 75,6 milhões para execução de outra obra estratégica para escoamento de grãos: a pavimentação do primeiro trecho de 78,8 km da MS-382/MS-166, em licitação. O governo projeta a ligação da rodovia com Ponta Porã (MS-270) e Antônio João (MS-166), totalizando 69,6 km.

Pontes de concreto

No setor de infraestrutura, os investimentos estaduais na construção de quatro pontes de concreto, sobre os rios Santa Tereza e Santo Antônio e os córregos Santo Antônio e Desbarrancado somam R$ 16,5 milhões. “A Agesul tem sido uma grande parceira dos nossos produtores, com a manutenção e cascalhamento das estradas, o que dá fluidez na saída da produção”, comenta Nodiel de Lima, secretário municipal de Obras e Serviços Urbanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *