Como construir uma linha de crédito com os bancos americanos

Por Daniel Toledo * – 19.02.2018 – 

Investir nos Estados Unidos parece uma ótima ideia, tanto para empresários quanto pessoas que estão apenas começando a entender esse tipo de aplicação. No entanto, é essencial conhecer as burocracias e providenciar os detalhes que essas ações demandam, entre elas a abertura de uma conta em algum banco americano.

Daniel Toledo

Mas em primeiro lugar, é preciso entender que o sistema bancário nos EUA é diferente do brasileiro. Trata-se de um ambiente mais aberto e com menos controle interno. E, em contrapartida, há mais regras de funcionamento. O seu gerente não vai perguntar sobre origem do dinheiro, tão pouco onde será aplicado e, na dúvida, a conta é encerrada. Após 30 dias, é enviado um cheque com o montante que estava disponível.

Nos Estados Unidos, os bancos costumam ter medidas duras contra a lavagem de dinheiro, embora não assumam que todas as pessoas façam isso, eles procuram ter certeza de que todos os seus clientes tenham boas intenções e que as movimentações estejam 100% dentro da lei, afastando qualquer dúvida de que o dinheiro esteja sendo utilizado para fins errados.

A conta não é ligada somente à agência e isso reforça a necessidade de manter contato com o gerente, esteja ele em qualquer lugar da Flórida ou outro estado. Será ele quem irá representar o correntista em caso de financiamento, cartão de crédito ou aumento de limite.

Independentemente da natureza do negócio, é preciso enviar o valor de maneira correta. Isto é: manter seu gerente no banco nacional ciente das movimentações feitas e também quais são as finalidades delas. A emissão de notas pode ajudar neste quesito. Confie seu dinheiro apenas a operadoras de câmbio oficiais, que possuam sistema de compliance. Isso atribui uma grande solidez nas transferências e na credibilidade perante os bancos americanos.

As instituições estão preparadas para qualquer tipo de investimento, tanto para um cliente conservador ou agressivo, mas para isso é preciso contar com profissionais especializados.

Contratar produtos extra do banco, como o merchan service e service account são condutas que colaboram para estreitar relacionamento e o banco conhecer melhor você. Além de evitar problemas, isso facilitará a aquisição de outros produtos.

E para abrir uma conta de negócios é muito simples. Geralmente é necessário ter uma US Corporation, Florida Corporation, qualquer empresa cadastrada dentro dos Estados Unidos é válida. Nesse momento, você terá o que chamamos de Article of Organization. Também é preciso enviar um número de identificação.

Já para iniciar uma conta pessoal, a instituição vai solicitar o passaporte, carteira de motorista, algum documento com foto ou cartão de crédito.

Diversas pessoas procuram por ajuda porque esbarram em questões burocráticas, em que foram solicitadas uma série de documentos que não estavam alinhados com as normas internas do banco. Fique atento com os documentos solicitados pelo banco.

Como funciona o crédito

O valor do crédito disponibilizado geralmente depende do segmento e tipo da empresa. Para negócios, o banco solicita que a organização solicitante já esteja operando há dois anos em solo americano. Além desta exigência, é preciso apresentar pagamentos de taxas, ser rentável e vendas substanciais e constantes.

Ao solicitar uma máquina de cartão de crédito o banco passa a olhar você e o seu negócio como parceiro comercial e não uma pessoa que simplesmente tem uma conta para apenas fazer movimentações financeiras e, sem as informações devidas, fazer lavagem de dinheiro.

A próxima etapa é analisar números para apresentar a solução ideal. Vale lembrar que isso é apenas para linhas de crédito empresariais. Há outras modalidades para clientes de outros países, ou seja, pessoas recém-chegadas também podem ter acesso, porem, com menos facilidades.

Após um histórico de pagamentos o correntista começa a ter uma pontuação chamada Credit Score. Essa pontuação é atribuída a sua assiduidade nos pagamentos. Mas nem sempre um bom score significa que terá fácil acesso a uma linha de crédito, uma vez que não há registros de empréstimos, compras ou contratação de produtos. Por essa razão nós indicamos uma boa relação com o seu gerente, que pode ajudar você a construir esse caminho. Contratar outros produtos e fazer a abertura de outras contas, como uma poupança, podem ajudar a conseguir o crédito desejado

 

*Daniel Toledo é advogado, sócio fundador da Loyalty Miami e consultor de negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *