Concessão da MG-424 prevê R$ 1 bilhão de investimentos

Da Redação – 25.04.2018 –

Data de abertura de propostas foi prorrogada para 5 de junho

O provável ganhador da concorrência internacional para concessão do trecho de 51 km da MG-424 será conhecido em junho e não mais amanhã (26) como foi previsto. A ampliação do prazo, segundo a Comissão Permanente de Licitação da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), acontece a pedido de concorrentes interessados na concessão.

A concessão prevê a exploração entre a MG-010 e a entrada da cidade de Sete Lagoas e tem 30 anos de prazo. Nesse período deverá ser investido cerca de R$ 1,068 bilhão, sendo R$ 403 milhões até o sexto ano de contrato. Dentre os aportes estão a construção dos contornos de Matozinhos e Prudente de Morais, cidades afetadas pelo volume de carretas e veículos pesados.

MG-424: concessão envolve trecho de de 51 km, com duas praças de pedágio em Minas Gerais

Além de novas obras, a concessão significará a manutenção do trecho com equipamentos de segurança, ambulâncias e guinchos, gerando inegável segurança aos usuários. No trecho estão previstas duas praças de pedágio. A requalificação da MG-424, segundo a Setop, é reivindicada por diversos municípios da área central do estado, como forma de atrair novos investimentos, além de possibilitar um acesso mais rápido ao Aeroporto de Confins. Atualmente a rodovia é uma das quinze sob responsabilidade do DEER/MG com maior número de acidentes no estado.

O trecho já duplicado, cujo investimento foi feito pelo estado, contribuiu para diminuir o valor do pedágio. Isso ocorreu em inúmeros trechos de rodovias federais recentemente concessionadas. Caso do trecho da BR-040, entre Sete Lagoas e Belo Horizonte, que já era duplicado quando foi concessionado e conta com praça de pedágio antes da cidade de Sete Lagoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *