Projetos de usinas solares movimentam mão de obra local segundo fabricante de equipamentos

Redação – 05.05.2021 –

Dados da STI Norland indicam impactos social e econômico desse tipo de geração nas comunidades

Com a experiência de ter participado de 160 projetos de geração solar fotovoltaica no Brasil, entre geração distribuída e centralizada, a STI Norland mapeou o impacto regional de alguns deles. A avaliação da empresa, que fabrica estruturas fixas e rastreadores para instalações solares, é positiva. Segundo a companhia, há um movimento interessante de crescimento e desenvolvimento das comunidades onde essas obras estão inseridas. Dois exemplos se destacam: a usina Marabá, localizada no município de mesmo nome, no Pará, e a de Coremas, na Paraíba.

Segundo a fabricante, os impactos vão desde a movimentação de crescimento do comércio local para dar suporte à nova quantidade de pessoas que passam a frequentar a comunidade, aquecendo a economia local, até a infraestrutura da cidade, que muitas vezes ganha melhorias como estradas e transporte. A STI Norland destaca que, normalmente, são feitas benfeitorias em estradas de acesso, pavimentação, sinalização e construção de lombadas para a segurança dos moradores. A capacitação e contratação de moradores locais, o que também impacta na comunidade, é outra ação.

Em Marabá, com a construção de uma nova usina na região, 15 moradores locais foram chamados para trabalhar, integrando o time da STI Norland, na obra que conta atualmente com 27 colaboradores da empresa no total. Todos os profissionais recebem treinamentos técnicos profissionalizantes, oferecidos pela empresa, como o de “Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção”.

Na primeira fase do Projeto de Coremas, na Paraíba, o impacto causado pela companhia também provocou mudanças benéficas à população local, sendo que nesse, 60% da mão de obra contratada foi de trabalhadores do município. Na época da construção da primeira fase do projeto, a cidade de 15 mil habitantes e que tinha a pesca como principal atividade precisou desenvolver sua mão de obra local para atender as expectativas, segundo a fabricante. O processo incluiu tanto as atividades de obra civil como montagem eletromecânica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *