Copel e CIBIogás vão pesquisar geração de energia com resíduos da agroindústria

Redação – 21.08.2020 –

A Copel e o instituto de ciência e tecnologia CIBiogás assinaram acordo de três anos para o desenvolvimento conjunto de geração de energia através do gás gerado pelos resíduos da agroindústria e outras atividades produtivas. A parceria integra o projeto GEF Biogás Brasil, da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial. O objetivo é reduzir as emissões de gases de efeito estufa e a dependência de combustíveis fósseis.

De acordo com o superintendente de gás, biomassa e inovação da Copel, Carlos Diego do Valle Pedroso,

os ganhos esperados aliam cuidado com o meio ambiente e benefício econômico para a cadeia produtiva. “Além de contribuir diretamente para o meio ambiente, reduzindo os gases do efeito estufa, os projetos incentivados por esta rede de parcerias ajudarão a fomentar uma indústria nacional, em uma área que hoje tem muitos equipamentos importados”, diz.

O biogás é produzido pela digestão anaeróbia (sem a presença de ar) de uma biomassa, que pode ter origem bastante variada, como, cana-de-açúcar, resto de alimentos, esterco e outras. Para o uso em motores de geradores de eletricidade, na maioria das vezes é necessária apenas a retirada do gás sulfídrico, para prevenir a corrosão dos equipamentos. Existe ainda a possibilidade de filtragem de outros elementos, a fim de obter o gás biometano, com no mínimo 90% de metano, se tornando gás natural e podendo ser utilizado como combustível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *