Demanda por bens industriais continua em alta

Redação – 05.02.2021 –

Indicadores do Ipea confirmam investimentos em vários segmentos industriais

A demanda por bens industriais em dezembro do ano passado aumentou em 3,6% segundo o Indicador Ipea de Consumo Aparente de Bens Industriais, divulgado na quarta-feira (3). Esse resultado foi a oitava variação positiva seguida. No quarto trimestre de 2020, houve um aumento de 9,4%. Na comparação com dezembro de 2019, a alta foi de 20,1%. Os números confirmariam investimentos no país, uma vez que o consumo de bens industriais é um dos fatores que fazem parte desse movimento.

Nas grandes categorias econômicas, o bom desempenho foi disseminado em dezembro. A demanda por bens de capital, por exemplo, aumentou 99,2%, principalmente por conta das importações de plataformas de petróleo, que totalizaram US$ 4,8 bilhões no período. Houve registro de alta tanto na demanda por bens intermediários (2,6%), como na demanda por bens de consumo duráveis (0,2%), e queda de 2,2% em relação aos bens semi e não duráveis. No geral, todos os segmentos apresentaram variação positiva na comparação com dezembro de 2019.

Na análise das classes de produção, a alta de 2,5% da demanda interna por bens da indústria de transformação foi reflexo do bom desempenho das grandes categorias econômicas. A indústria extrativa mineral avançou 5,5% em dezembro, após queda de 12,1% no mês anterior. Quatorze dos 22 segmentos da indústria de transformação tiveram variação positiva, com destaque para “outros equipamentos de transporte”, cujo aumento de 557,3% se deu por conta das importações das plataformas de petróleo. Na comparação com dezembro de 2019, 18 segmentos registraram crescimento, entre eles o já citado “outros equipamentos de transporte”, com 369,5%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *