DER-SP consegue desconto de 32,5% em licitação de obra

Da Redação – 12/07/2017 –

Orçada em R$ 181 milhões, a obra de duplicação e modernização da rodovia Mogi-Dutra (SP-088) poderá ter um custo 32,5% menor com o resultado da licitação realizada pelo DER-SP.

O governo paulista está comemorando o resultado da licitação internacional promovida ontem (11), pelo DER-SP (Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo), para a duplicação e modernização da rodovia Pedro Eroles (SP-088), mais conhecida como Mogi-Dutra. Além de receber 18 propostas, o que foi considerado um sucesso e fator preponderante para a competitividade do certame, a melhor delas ofereceu um desconto de 32,5% em relação ao custo que o governo estimava para a obra.

O valor referencial total da obra, que representa o máximo que o DER aceitaria pagar pelo serviço, foi estipulado 181 milhões de reais, mas a melhor proposta estabeleceu um preço de 121,9 milhões de reais. Se este deságio de 59 milhões de reais – o desconto de 32,5% – for confirmado no final da licitação, o governo informa que investirá o valor economizado na melhoria de outros trechos rodoviários de São Paulo.

O DER-SP atribuiu o sucesso da licitação à qualidade e transparência do edital, que seguiu determinações do Banco Mundial, uma vez que o projeto tem financiamento deste organismo financeiro internacional. Entre essas diretrizes, vale ressaltar que a concorrência foi aberta a construtoras internacionais. Todas as propostas e documentações recebidas passarão por análise técnica do DER e a construtora que apresentar o melhor preço, atendendo a todos os requisitos do edital, será declarada vencedora.

O DER estima um prazo de 90 dias para a conclusão do processo licitatório e pretende iniciar a obra ainda este ano. Ela se estenderá em um trecho de 7,5 quilômetros da Mogi-Dutra, entre os municípios de Arujá e Mogi das Cruzes. O serviço inclui a implantação de barreiras de concreto, para segregar as pistas e concluir o projeto de duplicação da rodovia, bem como a construção de viadutos para acesso e retorno, a implantação de três passarelas, a retificação da geometria de uma curva acentuada e a revitalização completa da sinalização.

Também está prevista a duplicação de um trecho remanescente da SP-088 com pista simples, entre a rodovia Ayrton Senna (SP-070) e a Via Dutra (BR116). Com isto, todo o trecho inicial da Mogi-Dutra, de aproximadamente 17,5 quilômetros, ganhará maior capacidade de tráfego, beneficiando uma população de mais de 500 mil habitantes da região, que utiliza a rodovia para deslocamentos diários. A SP-088 também se caracteriza por um intenso tráfego de veículos pesados, já que a região concentra muitos produtores de areia e brita.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *