DER-SP realiza audiência pública para obras de estradas vicinais

Redação – 03.02.2021 –

O Departamento de Estradas de Rodagem de São Paulo realizou ontem (02.02) audiência pública online para apresentar o projeto geral do programa Novas Vicinais. A previsão do DER é que o edital de licitação do primeiro lote seja publicado já em março.

De acordo com o DER, o programa Novas Vicinais foi criado estrategicamente pelo Governo de SP para ajudar a Prefeituras a modernizar as estradas, que são de responsabilidade municipal. Importantes para o desenvolvimento econômico do Estado, estas vias fazem parte da nova matriz logística rodoviária integrada em todo o Estado.

“O Governador Doria priorizou o Novas Vicinais dentro dos investimentos em logística do Estado. Os técnicos do DER chegaram a este programa estruturado, classificando as vicinais nos municípios. No momento da licitação, junto com os prefeitos, podemos escolher os caminhos a serem recuperados resultando em mais segurança, menores custos logísticos e melhorando a qualidade de vida das pessoas que por ali transitam”, disse o vice-governador Rodrigo Garcia.

Um estudo técnico do DER, feito em conjunto com as prefeituras, identificou os principais gargalos para o desenvolvimento do projeto. A partir daí, as vicinais foram divididas em categorias – estradas que ligam polos geradores de produtos e serviços e rodovias estaduais, além das que dão acesso a municípios. “As vicinais são mais do que a integração entre municípios do interior e do litoral. São essenciais para o escoamento da produção agrícola, além de dar acesso a portos, aeroportos e grandes centros urbanos. São corredores logísticos do PIB nacional”, disse o secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto.

A audiência pública foi planejada para explicar tecnicamente às prefeituras como será realizado o programa. Não foram anunciados os municípios beneficiados. Para o DER executar as obras, é necessária a formalização de convênios entre Governo de SP e Prefeituras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *