Distrito Federal investe 275,7 milhões em túnel

Redação com Metrô DF – 11.03.2021 –

Com previsão de entrega em 2022, obra substitui passagem subterrânea de estação de metrô em Taquatinga

A Secretaria de Obras do DF vai coordenar a construção de um túnel estimado em quase R$ 276 milhões em Taquatinga. Com previsão de entrega em 2022, a obra começa com a demolição da estação subterrânea do metrô existente no local. O objetivo do túnel é melhorar a mobilidade urbana no Distrito Federal, com economia de tempo e alternativas de percursos para quem utiliza o comércio da região. Os recursos são provenientes de financiamento firmado pelo Governo do DF com a Caixa Econômica Federal.

A primeira etapa da obra deve acontecer nos próximos dias com a demolição da passagem subterrânea da estação do metrô Praça do Relógio, no centro de Taguatinga. A construção será acompanhada por uma comissão técnica do Metrô-DF e prevê a construção de uma nova passagem, mais acessível, com opção de escadaria e rampa. Também está prevista uma cobertura, nos mesmos moldes das entradas das passarelas subterrâneas da Asa Sul. Segundo o Metro do DF, a obra não afetará o funcionamento do sistema.

“A interdição definitiva desta passagem subterrânea se faz necessária para que possamos iniciar mais uma frente de trabalho e, assim, avançar na construção do túnel”, explica o engenheiro Ricardo Terenzi, subsecretário de acompanhamento e fiscalização de obras. “O próximo passo é unir as duas etapas do túnel e interromper o trânsito da Avenida Comercial em definitivo. A escavação vai avançar, temos 45% das paredes do túnel executadas e esperamos em abril começar a trabalhar na laje”, acrescenta.

Atualmente, os trabalhos estão concentrados na execução das paredes diafragma, responsáveis por estabilizar as paredes da cavidade da obra, e também na remoção do solo. Ainda em março haverá a demolição da passarela subterrânea para início de nova frente de serviço.

Foram escavados 13.6 mil metros cúbicos das lamelas, utilizados 1.627 caminhões de concreto, 4.100 metros quadrados de concreto projetado, escavados 52.3 mil metros cúbicos e utilizados 6.539 caminhões de terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *