Duke Energy avança na venda de ativos na América Latina

Da Redação – 11.03.2016 –

Presidente da unidade brasileira, Armando Henriques, assume presidência da Duke Energy International, enquanto matriz equaciona a saída da região

A concessionária norte-americana deu mais um passo para deixar a América Latina, intenção anunciada no começo desse ano. Agora, o chefe da unidade brasileira passa a liderar a DEI, braço internacional da Duke Energy, o que quer dizer operações nas América Central e do Sul. Henriques foi anunciado como executivo da DEI nessa semana em comunicado oficial.

“Henriques está bem preparado para liderar a DEI enquanto a Duke Energy explora a venda do negócio. Tenho certeza que ele manterá a equipe internacional focada em segurança e excelência operacional nos próximos meses”, disse a CEO da Duke Energy Corporation, Lynn Good. Segundo ela, ainda não há um calendário estabelecido para a potencial saída da Duke Energy da América Latina.

“Gostaria que soubessem que estou honrado em assumir esta função e asseguro a vocês meu apoio incondicional para manter a força do nosso negócio e para nos posicionar bem para o futuro”, comentou Armando em comunicado enviado a todos os empregados da DEI.

Para justificar a venda dos negócios na América Latina, a Duke Energy lista as recentes condições desfavoráveis de mercado, que teriam comprometido a força dos ativos nesses países, tornando-os incompatíveis com o perfil e o foco estratégico da empresa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *