Edifício-garagem do aeroporto internacional de Curitiba adota energia renovável

Redação – 20.02.2019 –

Painéis solares suportam sistema de acesso e iluminação LED substitui sistema convencional

O novo edifício garagem do aeroporto de Curitiba foi construído no tempo recorde de 11 meses e com investimento de R$ 52 milhões. As inovações não se limitaram ao cronograma. O edifício adota uma série de recursos sustentáveis no espaço com capacidade para mais de 4 mil vagas.  A operação do prédio permite, entre outras coisas, o controle remoto da iluminação, com autorregulação, e um sistema de sinalização por meio de painéis indicativos e luzes que contribuem para uma diminuição da emissão de dióxido de carbono (CO2).

O mais novo sistema, contratado pelo Grupo PareBem, que administra a área, é a energia solar, que substitui parcialmente a atual fonte geradora convencional. São 1.200 placas com o objetivo de reduzir em cerca de 65% o consumo geral de energia e incentivar a produção de energia sustentável (o excedente poderá ser vendido). Com investimentos de R$ 1,4 milhão, o novo sistema de energia terá duas vagas de recarga para veículos elétricos, sem custo adicional.

A tecnologia possui ainda um sistema gerencial que permite leitura em tempo real de quanto o prédio está consumindo, além de avaliar o consumo em horários de pico, necessidade de demanda e quais são os equipamentos que mais consomem energia.

A iluminação é outra frente de sustentabilidade, sendo que as lampas convencionais foram completamente substituídas por dispositivos de LED, melhorando a qualidade da iluminação principalmente na área externa, onde a vaga mais distante do estacionamento fica a apenas 300 metros do terminal de embarque e desembarque de passageiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *