Emprego na construção melhora, mas ainda está longe das 3 milhões de vagas

Redação- 26.08.2019 –

Para especialistas como a economista do Banco de Dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), a geração de 3 milhões de vagas de empregos – número que tínhamos antes da crise – demonstra a recuperação do setor. Mas em julho, tínhamos apenas 2,053 milhões de empregos formais, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta sexta-feira (23/08) pelo Ministério da Economia.

Vagas na área da construção civil
O montante é melhor que de meses anteriores, pois o setor gerou mais de 18 mil empregos no mês passado. Leda acredita que há uma melhora gradual: “O cenário com juros baixos, inflação dentro da meta, o avanço da reforma da previdência, as expectativas com a reforma tributária e as novas condições de crédito imobiliário contribuem para fortalecer a Construção nos próximos meses”, defende.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *