Empresa do interior paulista investe em ônibus conectados para linhas interestaduais longas

Redação – 12.09.2019 –

Guerino Seiscento vais usar veículos da Volvo com recursos que permitem acompanhar a operação

Alta conectividade tem recursos que treinam o motorista em tempo real e telemetria com dados online 

Com uma frota de 250 ônibus e baseada em Tupã, interior de São Paulo, a Guerino Seiscento entrou na era da alta conectividade com a ativação de modelos B420R 6×2, da Volvo, para suas linhas rodoviárias mais longas. Veículos têm alta conectividade para acompanhar a operação, indicando a necessidade de manutenções e fornecendo dados para treinamento dos motoristas. “São linhas com trajetos de 1 mil a 1,2 mil quilômetros, que requerem veículos com alto padrão de conforto e segurança, com boa performance e menores custos operacionais”, explica João Carlos Seiscento, que dirige os negócios da companhia.

Os novos ônibus possuem tecnologia de telemetria e a conectividade permite identificar trechos de maior consumo de combustível e treinar motoristas para melhorar a direção. “Além disso, com os dados enviados pelo veículo temos indicações precisas e individualizadas, por chassi, de quando é necessário realizar manutenções e serviços”, assegura Paulo Arabian, diretor comercial de ônibus da Volvo.

Outras facilidades tecnológicas são o aplicativo que permite acompanhar as funções de cada veículo remotamente, em tempo real, pelo celular e uma espécie de treinador virtual que orienta os motoristas para uma condução mais econômica e segura. Os novos ônibus da Guerino Seiscento também estão preparados para ativação de um controle automático de velocidade, sistema que utiliza conectividade por GPS para reduzir a velocidade automaticamente em trechos pré-definidos da estrada, independente da ação do motorista.

O recurso é útil, entre outras situações, em curvas perigosas, descidas de serra, trechos com alto fluxo de pedestres. Com isto, além uma condução mais segura, reduz-se o risco de infrações de trânsito ao longo da rota. Os veículos têm também sistema de rebaixamento automático de suspensão, o que resulta em mais segurança de operação e menor consumo de combustível.

Os novos veículos já estão em operação nas linhas que ligam Curitiba (PR) a Penápolis (SP) e Campo Grande a Três Lagoas (MS), Goiânia (GO), Londrina, Maringá (PR), Assis, Tupã e Penápolis (SP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *