Enel começa a operar 133 MW em usina solar no Piauí

Redação – 22.02.2021 –

A subsidiária da Enel para energia renovável (Enel Green Power Brasil) iniciou a operação comercial de mais uma parte da usina solar fotovoltaica São Gonçalo. Nesta fase, o parque solar está gerando 133 MW de energia. Essa fase começou a ser construída em agosto de 2019. Antes disso, em outubro de 2018, a empresa iniciou a construção da primeira seção de 475 MW de São Gonçalo, que foi conectada à rede em janeiro de 2020. Há ainda outra expansão, de 256 MW, cujas obras começaram em 2020 e devem ser concluídas neste ano, completando a capacidade de geração de 864 MW que deve tornar a usina solar de São Gonçalo a maior da América Latina e a maior da Enel em todo o mundo.

Ao todo, a Enel está investindo R$ 735 milhões. “Colocar em operação a primeira expansão do nosso emblemático parque solar São Gonçalo é um grande passo para a Enel no Brasil, fortalecendo nossa posição como líderes no mercado de geração solar do país”, diz Salvatore Bernabei, CEO da Enel Green Power e Responsável pela linha de negócios Global Power Generation da Enel. “Apesar dos desafios impostos pelo cenário atual, iniciamos recentemente a construção de 1,3 GW de capacidade renovável no Brasil, incluindo uma nova seção de 256 MW do parque solar São Gonçalo. Continuamos comprometidos em contribuir ainda mais para o crescimento do setor elétrico do país e liderar a retomada verde no Brasil, como temos feito em todo o mundo”, completa.

No Brasil, o Grupo Enel, por meio de suas subsidiárias EGPB e Enel Brasil, tem uma capacidade instalada renovável total de mais de 3,4 GW, dos quais 1.210 MW são eólicos, 979 MW solares e 1.269 MW hidrelétricos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *