Energia solar já confere ROI melhor que outras fontes, aponta estudo

Da Redação – 02.09.2016 –

O Índice Comerc Solar avalia que a energia gerada por painéis fotovoltaicos já oferece melhor retorno de investimento (ROI) em redes de baixa tensão em algumas cidades brasileiras. Esse índice leva em conta vários fatores, como a irradiação solar, o ICMS cobrado na cidade e a tarifa de energia cobrada pela distribuidora local.

Hoje, cinco capitais são apontadas como de bom retorno de investimento para energia solar. Belém é a mais bem posicionada e onde, segundo o estudo, o investimento em energia solar pode ser recuperado em 5,17 anos. A cidade de Fortaleza vem na sequencia, com ROI em 5,18 anos, enquanto no Rio de Janeiro o retorno seria em 5,20 anos. Recife e Goiânia compõe o rol de capitais, com ROI possível em 5,44 e 5,50 anos, respectivamente.

Lembrando que os consumidores conectados à baixa tensão são aqueles de pequenos negócios, condomínios, hospitais, shopping centers e residências, o estudo ainda diz que algumas cidades do interior de São Paulo apresentam índice de retorno de investimento interessante para energia solar também. É o caso de Itapeva, com retorno em 5,46 anos; Taubaté, com 6,38 anos e Campinas, com retorno em 6,45 anos. Na capital paulista, o retorno ocorreria em 8,95 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *