Estação Elevatória em Guarapiranga reduz consumo de energia

Da Redação – 08.11.2018 –

Em 2016, quase 20% das despesas da Sabesp na Região Metropolitana de São Paulo foram com energia elétrica. Somente as estações elevatórias de água consumiram 60% deste total. Para diminuir os gastos de energia em suas instalações, a empresa de capital misto tem investido em projetos focados e um deles é a Estação Elevatória de Água (EEA) França Pinto, que pertence ao Sistema Guarapiranga e garante o abastecimento de água nas regiões da Vila Mariana e Avenida Paulista, na capital de São Paulo.

A EEA França Pinto operava com três conjuntos moto-bomba de potência de 600 CV e outro de 1.250 CV. Na nova configuração, foram instalados equipamentos mais eficientes, substituindo os painéis e os conjuntos moto-bombas. A EEA passou a contar com cinco conjuntos de moto-bomba de potência de 450 CV cada um, além da interligação das linhas de recalque, equalizando as pressões e vazões e reduzindo a perda de carga nas adutoras.

A Vitalux-Ecoativa implantou o projeto e utilizou conversores de frequência da Danfoss. “Fomos escolhidos principalmente devido ao bom histórico de aplicações em que foram utilizados os conversores de frequência em outros projetos que executamos”, diz Nivaldo Moreira Braga, engenheiro de automação e controles da Danfoss.

Foram instalados cinco conversores de frequência que, junto com os demais itens da modernização, permitiram à Sabesp reduzir em 13,8% o consumo de energia elétrica na EEA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *