Estratégia de rede é o passo concreto para a IoT, mostra CenturyLink

Por Rodrigo Conceição Santos – 17.10.2018 –

“Não existe estratégia de nuvem sem antes ter estratégia de rede”. Essa é a defesa da CenturyLink, cujo histórico de aquisições e ampliação da malha a explica. A empresa comprou a Level3, detentora de uma boa extensões de redes de backbone em 2017. Essa já havia adquirido a Global Crossing em 2012, sendo que a última comprou a Impsat anos antes. A dessas aquisições se resume em uma rede atual de 724 mil km, espalhada pelo mundo e que é a base da CenturyLink para ofertas de internet das coisas.

Segundo Eduardo Freitas, diretor de conectividade, mídia e IP da empresa, essa infraestrutura permite montar, por exemplo, uma rede ponto a ponto para transmitir dados dos clientes em nuvem, com aplicações de IoT com maior segurança. “Os maiores riscos de segurança da informação em nuvem estão na rede convencional de internet. Portanto, evita-la elimina uma série de riscos”, diz. “Essas redes dedicadas podem ser em Mpls, para links de 10 Mega a 30 Giga, ou DWDM, para velocidades de até 10 Giga”, detalha ele.

Paralelamente, a empresa consolidou parcerias com grandes fornecedores de serviços em nuvem, permitindo que os dados transmitidos sejam também processados e armazenados em locais com alto nível de segurança da informação.

No Brasil e América Latina, o foco da CenturyLink é o mercado corporativo. Nos EUA, a empresa também opera como incubemt (operadora para consumidor final). “Mas mesmo lá o foco de crescimento está no mercado corporativo”, explica Freitas.

Visando o mercado corporativo, portanto, a empresa vislumbra o empacotamento de serviços de IoT, inclusive atendendo como operadora, mesmo em locais onde a sua rede não chegue até o usuário. “Isso mostra como provedores regionais de internet são nossos parceiros, locando a sua infraestrutura de última milha para que conectemos à nossa rede de backbone”, diz.

Desenvolvedores e operadores de aplicações e sensores também são potenciais parceiros da CenturyLink, na medida que precisam de uma infraestrutura segura para transmissão de dados.

About the Author

Related Posts

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 554 vez(es).