Fábrica da Mercedes-Benz vai usar peças automotivas para produzir respiradores

Redação – 03.04.2020 –

A Merdedes-Benz, o Instituto Mauá de Tecnologia, profissionais de áreas médicas e as secretárias de saúde das cidades do ABC Paulista trabalham no desenvolvimento de respiradores utilizando como matéria-prima peças da indústria automotiva. Os ventiladores mecânicos em questão são equipamentos eficazes e de baixo custo para ventilar os pulmões dos pacientes com agravamentos do coronavírus.

A expectativa é que a produção comece nos próximos dias nas fábricas da Mercedes-Benz e demais empresas voluntárias para suprir com urgência hospitais da região de São Paulo, a princípio. O Estado tem o maior número de casos confirmados.

Também em parceria com o Instituto Mauá de Tecnologia e com a Universidade de São Paulo (unidade de São Carlos), a Mercedes-Benz está contribuindo para o desenvolvimento e produção de máscaras de proteção facial extremamente para os profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate à doença. As máscaras já estão sendo fabricados em impressoras 3D da empresa (média de 10 por dia) e do Instituto Mauá. Elas serão destinadas a hospitais da região do ABC.

Além dos esforços para ajudar a produzir os equipamentos, a companhia, em parceria com o Banco Mercedes-Benz, está comprometida com a doação de cestas básicas e itens de higiene para comunidades carentes, além de diversos itens médicos para hospitais. Até esse momento, já foram entregues mil óculos de proteção para o Pronto Socorro Municipal de São Bernardo do Campo (SP). Para o Pronto Atendimento de Iracemápolis, cidade do interior paulista em que a Mercedes-Benz produz automóveis, estão sendo doados 700 pares de luvas, 30 óculos de proteção e cerca de 540 máscaras respiradoras. Além disso, estão previstas doações de luvas, máscaras e 2 mil testes do Covid-19 para hospitais próximos às plantas da empresa.

Simultaneamente, colaboradores, concessionários e parceiros Mercedes-Benz estão sendo convidados a participar de uma grande campanha de solidariedade com doações de cestas básicas e itens de higiene também para todos os municípios de atuação da companhia. A campanha tem início dia 2 e deve acontecer até 21 de abril, com possibilidade de prorrogação a depender da situação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *