Grupo brasileiro de baterias entra no mercado de máquinas

Da Redação – 08.03.2018 –

Grupo Moura, de Pernambuco, amplia portfólio e começa a atender a Caterpillar, com tecnologia norte-americana

Depois do mercado de telecomunicações, onde entrou há alguns anos, o Grupo Moura agora inicia sua jornada na área de equipamentos para construção civil. Lembrando que a fabricante pernambucana começou no nicho tradicional de baterias, o mercado automotivo, onde tem presença. A nova fase envolve outros dois parceiros, ambos dos Estados Unidos. São eles a East Penn Manufacturing e a Caterpillar.

A primeira é a parceira tecnológica, responsável pelo know how que é a base de produção de cerca de 4 mil baterias/ano que serão produzidas  no complexo industrial do grupo, na cidade de Belo Jardim, e encaminhadas para a unidade da Caterpillar, em Piracicaba (SP). Essa última entra como a grande vitrine e deve usar os componentes em motoniveladoras e pás carregadeiras.

“Replicamos um conjunto de boas práticas aprimoradas na nossa linha de produção de baterias pesadas, agregando novas tecnologias para o produto que será fornecido para a Caterpillar”, explica o diretor de Engenharia do Grupo Moura, Antônio Júnior. “Estamos todos muito orgulhosos com esse projeto por se tratar de uma homologação em uma empresa referência em qualidade e robustez. Foi um desafio imenso, daqueles que a gente mais gosta, que são os que deixam muito conhecimento e unem ainda mais toda a equipe”, completa

Autointitulado líder de mercado no Cone Sul, a Moura produz sistemas de acumulação de energia para segmentos como motos, barcos, empilhadeiras, nobreaks, metrôs, trens, estações de telefonia ente outros. Possui seis plantas industriais – cinco no Brasil e uma na Argentina – e fabrica cerca de oito milhões de baterias por ano. A estrutura inclui ainda uma rede de distribuição própria com mais de 80 unidades no Mercosul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *