Fintechs ganham espaço físico com agências-caminhão

Redação – 12.06.2019 –

Implementos rodoviários viabilizam projetos de mobilidade para instituições financeiras

O modelo disruptivo das fintechs reduz a burocracia, mas nem sempre pode prescindir do contato físico que as agências bancárias tradicionais possuem. A solução? Montar uma agência em caminhão, usando implementos móveis. De olho nesse nicho, a Truckvan criou unidades móveis para o segmento. O mercado existe: a SimilarWeb avalia que os sites dos bancos digitais já registram mais de 12,5 milhões de visitas por mês e se espera que esse número aumente ainda neste ano. Atualmente, acredita-se que existam mais de 500 empresas atuando no Brasil.

Mas atendimento virtual não é a única estratégia para proporcionar melhores experiências para os clientes. Segundo a Truckvan, os grandes bancos e cooperativas de crédito, por exemplo, estão investindo em unidades móveis como forma de se aproximar mais do público e apresentar seus serviços em feiras e eventos por todo País.

“É uma soma do que cada um tem de melhor, ou seja, a comodidade que um aplicativo oferece, de estar onde você precisa, com o calor humano do atendimento personalizado. Além disso, é uma ferramenta extemporânea que vai lá cumprir seu papel naquele lugar e depois em outro e assim por diante, facilitando o acesso e sendo uma importante ativação de live marketing e um outdoor ambulante da marca”, destaca Alcides Braga, sócio-diretor da Truckvan, líder brasileira no mercado de soluções sobre rodas.

Nos dois últimos anos, Braga destaca que a companhia transformou carretas e caminhões em postos de atendimento bancário e agências móveis para Santander, Bradesco, Banco do Brasil, Banco 24 Horas, Sicoob, Sicredi, PagSeguro e está  em negociação com outras grandes instituições financeiras. Além disso, a Truckvan exportou, em 2012, nove agências bancárias móveis para o Banco de Poupança e Crédito (BPC) de Angola, em parceria com a empresa Delf Tecnologies.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *