Folha acaba de publicar a outra lista da Odebrecht

Da Redação – 01.04.2016 – 

Os números são mais impactantes: grupo já demitiu 70 mil colaboradores, quer levantar R$ 12 bilhões ao longo do ano, vendendo ativos, tem uma dívida consolidada de R$ 80 bilhões, e 61% de sua receita vem do exterior.

Cerca de 70 mil profissionais perderam seus empregos na Odebrecht, de acordo com a entrevista do presidente do grupo, Newton Souza. A matéria foi publicada hoje no jornal Folha de S.Paulo (disponível para não assinantes no portal UOL). Na avaliação do executivo, a Odebrecht deve levantar R$ 12 bilhões com a venda de ativos, entre os quais uma rodovia e uma hidrelétrica no Peru e a participação em um bloco de exploração de petróleo em Angola.

Newton também adiantou que a dívida do grupo está estimada em R$ 80 bilhões (consolidada), mas teria uma estruturação tranquila, exceto na divisão Agroindustrial. A corporação está usando suas ações na Brasken como garantia ponte enquanto não finaliza a venda dos ativos já citados.

Outro dado revelado pela entrevista, concedida aos jornalistas David Friedlander e Ana Estela Sousa Pinto, é o faturamento da Odebrecht em 2015: R$ 132 bilhões, acima dos R$ 107 bilhões de 2014. “Boa parte do resultado se deve à desvalorização do real, já que 61% da receita do grupo vem das atividades do exterior”, ressalta a reportagem.

O presidente não falou sobre a operação Lava Jato, mas citou que o acordo de leniência pode permitir que a corporação retome o ciclo de negócios no País. A tempo: a imprensa tem noticiado o desejo de a Odebrecht participar da delação premiada e a resistência atual dos promotores em aceita-la.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *