Fundo da ArcelorMittal faz primeiro investimento em startup de construção civil

Redação – 08.09.2021 – Aporte foi direcionado para a Aval Tecnologia, que conta com aplicativo para gerenciar obras remotamente 

O Açolab Ventures, fundo de gestão criado pela ArcelorMittal para acelerar startups, fez seu primeiro investimento em startup de construção civil. A Aval Tecnologia, desenvolvedora da Agilean – plataforma de gestão da construção civil – foi a selecionada pelo fundo. Além disso, a Valetec Capital será a gestora do fundo. O valor do aporte não foi revelado. 

Lançado em maio deste ano, o fundo quer investir mais de R$ 100 milhões em startups e pequenas empresas inovadoras. A expectativa é que entre 10 a 15 investimentos em startups de construção civil e setores correlacionados ocorram nos próximos quatro anos por meio da Açolab Ventures. 

Com a escolha da Valetec – gestora especializada e focada em Corporate Venture Capital (CVC), a ideia é acelerar a seleção e priorização de novas startups para análise e investimento. A gestão do Açolab Ventures será realizada por uma estrutura com autonomia decisória.  

Estratégia para investimentos futuros

A estratégia do fundo é identificar startups que tenham solução validada e que desenvolvam novos negócios, produtos e serviços ou incorporem novas tecnologias para aumentar a competitividade e enriquecer a proposta de valor da cadeia da ArcelorMittal. O Açolab Ventures vai adquirir uma participação minoritária em empresas inovadoras com elevado potencial de crescimento. 

Os recursos do fundo serão destinados a empreendimentos no País e em outros países da América Latina. Além de investimentos em startups de construção civil, o fundo também pretende investir nas áreas de Siderurgia, Mineração, Indústria, Sustentabilidade, Logística, Comercial, Varejo e Distribuição. 

O que a Aval faz

A Aval, por meio da plataforma Agilean, utiliza no setor da construção civil, tecnologias como inteligência artificial e IoT (internet das coisas) aplicadas diretamente à gestão da produção. O aplicativo permite o acompanhamento de cada obra – em tempo real – por meio de dispositivos instalados no canteiro. 

A plataforma, criada há três anos, utiliza a metodologia de gestão lean construction, forma de gerenciamento conhecida por evitar desperdícios com tempo, custos e mão-de-obra e proporciona uma transformação digital nos canteiros. Ela adota dispositivo IoT para automatizar a coleta de dados e gerar indicadores e atualizações do status da obra em modelos 3D (BIM).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *