Governo do DF vistoria mais de R$ 650 mi em obras rodoviárias

Da Redação – 24.06.2016 –

Giro de Obras: também foram avaliadas obras habitacionais com investimento previsto de R$ 26,4 milhões.

BrasíliaNa semana passada uma comitiva do governo de Brasília, liderada pelo governador Rodrigo Rollemberg, percorreu obras em realização em Ceilândia e Vicente Pires. Na primeira cidade, há obras de drenagem e pavimentação em diversas quadras e na Avenida das Palmeiras, em projetos que totalizam R$ 188 milhões em investimentos.

Já em Vicente Pires, a comitiva avaliou a execução de drenagem, pavimentação e construção de três viadutos, sendo o mais importante sobre a Via Estrutural (no sentido Plano Piloto-Taguatinga). Essas obras recebem investimentos de R$ 467 milhões. “O trabalho tem avançado, mas é fundamental que a gente aproveite esse período sem chuvas para avançar ainda mais e seguir dentro do cronograma de cada benfeitoria”, disse Rollemberg.

Outros projetos
No setor Habitacional Buritizinho, em Sobradinho II, o governador acompanhou o andamento das obras da rede de água e esgoto. “Aqui são vários lotes. Alguns estão andando muito rápido, outros nem tanto. Mas nós vamos tomar providência para resolver isso”, disse. No caso dos lotes 4 e 7, segundo a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos do DF, a tubulação não foi colocada por demora no empenho dos recursos.

Outro impasse apontada pelo órgão executor é a autorização para retirada de vegetação nativa para construção de uma bacia de contenção das águas pluviais, no lote 1. Como o terreno do setor é acidentado, a água da chuva escorre com muita força para o Córrego Canela de Ema, nas imediações do Buritizinho. Para a construção das bacias, a secretaria precisa acertar os termos da permissão com o Instituto Brasília Ambiental (Ibram).

“Apesar das dificuldades, as empresas já começaram a fazer a topografia e as notas de serviço. O resultado do levantamento topográfico vai definir a cota e a profundidade dos tubos a serem colocados”, explica o secretário de infraestrutura Antônio Raimundo Santos Coimbra. A urbanização da área está orçada em R$ 26,4 milhões, recurso do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e a previsão é de que, até dezembro, as obras sejam concluídas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *