The Guardian aponta 5 tendências de energia para 2018

Da Redação – 05.02.2018 –

Jornal inglês lista os assuntos que devem pautar o ano na área de fontes renováveis, destacando desde papel da China até a fábrica de baterias da Tesla

  1. Custo de energias renováveis continua a cair: o preço da geração solar já teve uma redução de 62% desde 2009, enquanto parques eólicos no mar operaram com 57 libras por megawatt hora em 2017. No Reino Unido, a previsão é que os leilões tenham uma queda recorde de preços.
  2. China avança com seus planos ambiciosos: embora seja o maior poluidor do mundo, o país também é líder em energia solar. A capacidade de geração fotovoltaica aumentou em um fator de 800 na última década, chegando aos 54 gigawatts (GW) de capacidade instalada em 2017. Até 2020, a China deve investir 292 bilhões de libras em energias renováveis.
  3. Empresas estão fazendo sua parte: iniciativas incluem exemplos como a rede de varejo americana Target, com 147 megawatts de energia solar instalados em 300 de suas lojas. O novo campus da Apple, na Califórnia, por sua vez, funciona totalmente com energia verde, enquanto a Goldman Sachs faz parte de uma série de bancos que se juntou à iniciativa RE100, de adotar 100% de energia renovável.
  4. A indústria de renováveis vai gerar mais empregos: segundo a International Renewable Energy Agency, cerca de 9,8 milhões de pessoas atuam no setor atualmente. Entre os postos de trabalho que mais crescem nos Estados Unidos estão os de técnicos de serviços em turbinas eólicas e os instaladores de usinas fotovoltaicas.
  5. Aumenta a competição no mercado de baterias: a Tesla deve completar sua fábrica gigante em Nevada, considerada a maior do mundo nessa categoria. Existem outros planos de unidades de grande produção na Suécia, Alemanha, Polônia e Hungria. A China entra no processo e quer aumentar sua capacidade para prover 120 GWh de células de baterias em 2021. E mais: as baterias de íons de lítio não são a única opção de armazenamento de energia e as alternativas incluem baterias baseadas em água ou de estado sólido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *