Industria 4.0 já é parte do cotidiano, segundo especialista acadêmico

Redação – 07.08.2020 –

Na avaliação de Antonio Carlos Gomes Junior, Coordenador de Engenharia Mecânica do Centro e Lato Sensu de Manufatura Avançada 4.0 do Centro Universitário Facens, vivemos hoje os desdobramentos da quarta revolução industrial. Segundo ele, vivemos cercados e, praticamente, dependentes de tecnologias que emergiram com a Indústria 4.0, como robôs autônomos, Internet das Coisas (IoT), Cyber Security, Big Data, Manufatura Aditiva, Realidade Aumentada, Computação em Nuvem, Impressão 3D e Sistemas Integrados.

“Embora para muitas pessoas soe distante quando falamos destas tecnologias, elas já estão no nosso cotidiano. Cada vez que enviamos uma foto para o backup na nuvem ou programamos um aspirador robô para limpar a casa, por exemplo, já estamos neste universo. Na indústria não é diferente, como no caso das impressoras 3D ou manufatura feita por robôs programados por um software”, explica Antonio Carlos.

O especialista explica que os meios de produção, ciências e modo de vida tendem a evoluir e se modificar de forma mais rápida quando a humanidade passa por guerras, catástrofes ou pandemias, como a da Covid-19. Isso acontece porque novas necessidades surgem e nossa sociedade precisa se adaptar para evoluir e sobreviver. Isso já tem acontecido com a Indústria 4.0, que tem sido arduamente exigida, já que o mundo tem se mantido muito mais remotamente e automatizado do que antes, por causa do distanciamento social.

Para Antonio Carlos, cada vez mais a indústria exigirá profissionais especializados em Engenharia 4.0, já que tudo deve passar a ser ainda mais automatizado e online do que já. “Esse é um mercado em franca ascensão e que deve ganhar ainda mais espaço nos próximos anos. Com certeza será uma excelente área de atuação para os jovens de hoje”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *