Infraestrutura fica com 20% do investimento recorde do PR

Duplicação da PR 415: maior obra estadual de infraestrutura,  deve ser entrega nesse ano

Da Redação – 29.01.2018 –

Rodovias, dentro do orçamento do estado sulista, recebeu R$ 1 bilhão ao longo do ano, de acordo com informações oficiais

De acordo com a gestão atual do Paraná, o setor público teria batido recorde de investimentos no ano passado, com a aplicação de R$ 6,78 bilhões. O volume seria 17% maior do que o estado aplicou em 2016. Mesmo assim, sobrou dinheiro, que o orçamento previsto para 2017 somava R$ 7,8 bilhões. Bom, do dinheiro efetivamente aplicado, R$ 1,4 bilhões foi direcionado para os segmentos de infraestrutura – um quinto do total.

Dados da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Seil) indicam que quase R$ 1 bilhão foi destinado às obras de conservação de rodovias. Em números reais, isso significa que a malha estadual paranaense – com mais de 12 mil km – recebeu serviços de recape da camada asfáltica periódicos em todas as regiões do estado. Cerca de R$ 155 milhões foram investidos em construções de pontes, trincheiras e viadutos, implantação de asfalto em rodovias não pavimentadas e em duplicações.

O destaque fica com a maior obra do governo atual na área de infraestrutura, ou seja, a duplicação da PR-415, entre Pinhais e Piraquara, que recebe R$ 213 milhões em recursos estaduais. Chamada de Rodovia João Leopoldo Jacomel, ela está sendo modernizada com a reforma de calçadas, construção de ciclovias, passarelas e reforma da iluminação em todos os 14 quilômetros onde acontece a intervenção. A maior parte do trecho terá três faixas de rodagem, nos dois sentidos. Nesta rodovia está atualmente sendo erguido o maior viaduto em construção no Paraná, com 200 metros de extensão, 26,5 de largura. A previsão é que esta obra termine no primeiro semestre deste ano.

Voltando ao orçamento, somente o executivo do Paraná alcançou 95% da previsão orçamentária para 2017 – nas estatais os valores variam. Segundo o governo estadual, o que dificulta a aplicação total dos recursos são as dificuldades burocráticas em alguns processos e licitações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *