Itaipu adota plano de contingência para enfrentar pandemia

Redação – 20.03.2020 – 

Sem prejuízos à produção de energia elétrica, usina estabelece protocolos para trabalhadores e coloca recursos para ajudar municípios.

A usina de Itaipu adotou uma série de medidas internas e externas para enfrentar os desdobramentos da pandemia do novo coronavírus, sem prejuízos à produção de energia elétrica. Entre elas está a liberação de um fundo emergencial de US$ 3 milhões para ajudar Foz do Iguaçu e as demais cidades da 9ª Regional de Saúde do Paraná a combater o problema.

Para garantir o funcionamento normal da usina, a empresa colocou em prática um plano de contingência com validade a partir desta sexta-feira (20). A medida vale por duas semanas e será reavaliada ao fim deste período.

Apenas os empregados que não podem exercer suas funções em casa e trabalham em atividades consideradas essenciais terão suas rotinas mantidas. Um escalonamento será feito, caso haja necessidade. Já os demais adotarão o sistema home office, a exemplo do que vem sendo feito por outras empresas do setor elétrico do serviço público e também privadas.

A decisão foi tomada logo depois de uma reunião extraordinária do diretor-geral brasileiro, Joaquim Silva e Luna, com o Grupo de Gestão Estratégica para discutir ações relacionadas ao novo coronavírus. O grupo de trabalho foi criado na última terça-feira (17). Entre as atribuições do grupo está a emissão de boletins com instruções para os empregados.

Desde quarta-feira (18) estão temporariamente suspensas todas as visitas turísticas à usina. Na quinta-feira (19), o Ministério da Justiça determinou o fechamento das fronteiras. Nesta sexta-feira (20), o número de infectados pelo novo coronavírus no mundo havia passado de 245 mil, segundo a Universidade Johns Hopkins, que mantém uma contagem em tempo real dos novos pacientes. No Brasil, 621 foram contabilizados, de acordo com o Ministério da Saúde. No Paraná, são 23. Em Foz do Iguaçu, onde está instalada a usina, um caso foi confirmado.

Há diversos planos de contingenciamento na Itaipu, considerando diferentes cenários (como greves, por exemplo) e objetivos. No caso da pandemia, a intenção é salvaguardar a saúde do seu público interno (empregados, estagiários, menores aprendizes, terceirizados e turistas, entre outros), sem afetar a geração de energia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *