Komatsu tem crescimento médio de 40% no segmento de locação de equipamentos

Redação – 06.04.2021 –

Fabricante reforça a venda de máquinas para operação de aluguel pelos distribuidores

O aluguel de máquinas e equipamentos vem ganhando força no Brasil e mostrou ser um dos “motores” no mercado de equipamentos nos últimos anos para a Komatsu. A fabricante registrou aumento médio de 40% em vendas de máquinas nos últimos anos para serem usadas exclusivamente para locação em seus distribuidores.

“Os distribuidores Komatsu estão investindo significantemente em ativos para locação, principalmente desde o segundo semestre de 2020, após o mercado retomar as atividades diante do primeiro impacto da pandemia”, afirma Dener Alexandre Penalva, representante de Vendas de Máquinas Usadas e Aluguel da Komatsu. Segundo ele, boa parte dos clientes preferem alugar máquinas por um prazo determinado, muito em função de obras de curto ou médio prazo, reduzindo desta forma o risco de investimento. Outra razão é o fato de, muitas vezes, eles estarem alavancados financeiramente, impossibilitando a aquisição ou renovação de frota.

As empresas têm optado pelo aluguel para não terem de se preocupar com as despesas e custos fixos de uma máquina própria, já que muitas obras têm duração de seis a 12 meses. “Por outro lado, o cliente pode adquirir a máquina ao final do contrato de locação, havendo a continuidade da obra e trazendo mais certeza de investimento no ativo ou mesmo estender o contrato de aluguel. A estratégia da Komatsu é garantir locação de máquinas novas e seminovas aos clientes. Ao final do período como ativo, 3 anos ou 5.000 horas, são vendidas como seminovas, criando um ciclo de renovação da frota de locação dos distribuidores”, diz Penalva.

Avaliando o comportamento do mercado brasileiro, com locadoras e construtoras mostrando crescimento no volume de negócios em 2021 em relação a 2020, a Komatsu acredita que a locação de máquinas será um mercado cada vez mais promissor para seus distribuidores, de acordo com Penalva. “Vislumbramos forte crescimento no segmento de locação, pois é um reflexo do que o mercado quer e precisa; é o que o cliente busca atualmente com os distribuidores”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *