Leilões garantem R$ 4 bilhões em energias renováveis nos próximos 30 anos

Redação – 13.08.2021 – Previsão da Aneel indica ativação de usinas a partir de janeiro de 2024, com duração máxima de 30 anos 

Os recentes leilões de energia renovável devem viabilizar investimentos de R$ 4 bilhões em projetos de energia segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Oficializados na semana passada, eles preveem duração de 20 e 30 anos, com início de suprimento em janeiro de 2024 e em janeiro de 2025. Os Leilões de Energia Nova A-3/2021 e A-4/2021 são os primeiros do tipo organizados desde o começo da pandemia de Covid-19.

“Contratamos todas as fontes ofertadas, colaborando para a diversificação da matriz elétrica nacional, com deságios expressivos e economia da ordem de R$ 2,5 bilhões para os consumidores, considerando a redução do preço da energia negociada em relação ao teto”, explica André Patrus, gerente executivo da Secretaria Executiva de Leilões da Aneel. Segundo ele, o resultado reduzirá em 1,31 ponto percentual o custo a ser considerado nas tarifas de energia. Foram negociados contratos para empreendimentos hidrelétricos e de geração a partir de fontes eólica, solar e biomassa.

No total, 33 empresas se sagraram vencedoras do leilão A-3/2021, por oferecerem o menor preço de venda de sua energia. Esses projetos somam R$ 2,2 bilhões em investimentos. O deságio médio foi de 30,83%. Já no leilão A-4/2021, foram contratados 18 empreendimentos, que somam R$ 1,8 bilhão em estimativa de investimentos futuros. O deságio foi de 28,82%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *