Monotrilho paulista adota tecnologia Siemens

Da Redação – 27.04.2018 –

Monotrilho começa a operar em maio em sua segunda fase, por meio da Linha 15 do Metrô, e vai transportar cerca de 500 mil usuários por dia na capital paulista

Pacote de soluções inclui o maior fornecimento de relés de proteção para um projeto de infraestrutura no Brasil, segundo a Siemens

Com previsão de transportar 500 mil usuários por dia, a primeira linha de monotrilho do Brasil adota um pacote de equipamentos elétricos da Siemens. As soluções foram direcionadas para o sistema de distribuição de energia, incluindo subestações, transformadores, colunas de painel de baixa-tensão e média-tensão. No projeto, a multinacional atua em conjunto com o Consórcio SNEF Isolux Linha 15, responsável pelas obras e as áreas de engenharia, manutenção e operação do Metrô.

O pacote detalhado inclui os equipamentos elétricos principais para o sistema de distribuição de energia do projeto, ou seja, duas subestações, 39 transformadores, 223 colunas de painel de baixa-tensão, 118 colunas de painel de média-tensão, soluções de automação de energia e 98 relés de proteção (interruptores eletromecânicos capazes de ligar e desligar dispositivos com o objetivo de proteger a rede elétrica). “Vale ressaltar que este último item é a maior ordem no Brasil para o mercado de infraestrutura”, complementa Camargo.

De acordo com Vitor Camargo, engenheiro de Projetos na Divisão Energy Management da Siemens, a empresa alemã apresentou uma proposta que atendeu às principais demandas do projeto, alinhando, inclusive, as expectativas técnicas das partes envolvidas e elencando diversos riscos a serem prevenidos. “Trabalhamos com prazo de entrega e cronograma extremamente curtos, além de disponibilizarmos um portfólio completo de eletrificação ferroviária e equipamentos de alta qualidade”, explica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *