Movimentação de passageiros no metrô e VLT cearenses aumentou em 26% no ano passado

Redação – 15.01.2020 –

Nos últimos quatro anos, o aumento foi de 144% no total de usuários transportados nas linhas em funcionamento.

A movimentação de passageiros nas linhas de metrô e de veículos leves sobre trilhos (VLTs) aumentou 26% na Região Metropolitana de Fortaleza, no Cariri e em Sobral. As informações são da Cia Cearense de Transportes Metropolitanos na Região Metropolitana de Fortaleza, que opera todas as linhas nos locais citados e se referem ao ano passado. Em 2019, o recorde de movimentação ficou com o VLT Parangaba-Mucuripe que, de janeiro a dezembro, registrou crescimento de 281% no número de passageiros, alcançando 2,2 milhões de usuários.

“Essa linha está em operação assistida e, para nós, essa grande adesão da população, mesmo num período ainda restrito e de testes, mostra que a linha pode e vai atender um número de pessoas muito significativo”, explica o diretor-presidente da Cia Cearense de Transportes Metropolitanos, Eduardo Hotz. De acordo com ele, a operação comercial vai adotar um intervalo menor de tempo, o que deve levar ao fluxo mais constante de trens. Além disso, a linha deve funcionar de 5:30 até 23:30 e sem intervalo no período da tarde.

Já a Linha Sul – a maior do sistema metroviário, em extensão e em demanda de passageiros – quebrou mais um recorde em quantidade de passageiros, e atingiu quase 10 milhões de usuários em 2019 (9.985.391 no total), aumento de 15% em relação a 2018. Neste ano, serão iniciados os testes do sistema de automatização da Linha Sul, que vai permitir a redução do intervalo de tempo entre os trens nas estações, fazendo com que a espera pelo metrô caia de 17 minutos para 8 ou menos.

No interior, o destaque de 2019 foi o VLT de Sobral, que aumentou em 20% a quantidade de passageiros atendidos, beneficiando mais de 1,6 milhão de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *