Navegação deve permanecer ativa, apesar do coronavírus

Redação – 27.03.2020 –

Os dados da Agência Nacional dos Transportes Aquaviários (Antaq) mostram que a navegação pode desacelerar no Brasil, mas não pode sofrer restrições significativas. Apenas a navegação interior transportou 40,2 milhões de toneladas no ano passado, o que representou um crescimento de 5,1% em relação a 2018.

Já a navegação marítima somou cerca de 795 milhões de toneladas no ano passado, com destaque para minério, combustíveis minerais, contêineres e sementes e frutos oleaginosos. Já a cabotagem contribuiu com 172 milhões de toneladas transportadas em 2019, um crescimento de 5,44% em comparação com 2018.

Em termos de passageiros, somente na Região Amazônica foram mais de 9 milhões de pessoas movimentadas. Em função dos números, a Antaq se posicionou a favor de que a navegação permaneça em operação, mesmo com a pandemia do coronavírus.

Houve transporte de cargas nas seguintes regiões hidrográficas: Amazônica (24,5 milhões de toneladas); Tocantins-Araguaia (10,7 milhões de toneladas); Paraná (5,6 milhões de toneladas); Atlântico Sul (5,2 milhões de toneladas); e Paraguai (3,9 milhões de toneladas).

Para o diretor-geral substituto da Antaq, Francisval Mendes, “a Agência vem mostrando maturidade institucional, que nos garante preservar ao máximo a saúde e segurança de nossos servidores, ao mesmo tempo em que garantimos a continuidade das atividades essenciais ao transporte aquaviário, bem como o engajamento do setor regulado na manutenção dos serviços essenciais com o objetivo final de promover o abastecimento e funcionamento do país”.

Os números de empresas também impressionam: são 545 delas somente na navegação interior, com uma frota estimada em 2.367 embarcações. No transporte longitudinal de carga, são 174 empresas e 1.218 embarcações. No longitudinal de passageiros, 14 empresas e 42 embarcações. No longitudinal misto, 78 empresas e 130 embarcações. Na travessia, 279 empresas e 977 embarcações. Já na navegação marítima, são 2620 embarcações, com 520 autorizações vigentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *